História

O nome da cidade é homenagem ao deputado federal pelo estado de São Paulo, Ulysses Guimarães, político que se notabilizou pelos discursos inflamados, especialmente contra o governo militar, instituído a partir de 1964. Foi o fundador do MDB (Movimento Democrático Brasileiro), e recebeu o apelido de "Senhor Diretas", numa referência à campanha Diretas-Já, de autoria do deputado Dante de Oliveira. Ulysses Guimarães faleceu em trágico acidente aéreo de helicóptero, quando voltava ao Rio de Janeiro.

O Doutor é derviado do latim "doctore", designando aquele que se diplomou numa universidade e recebeu a mais alta graduação após defender tese em disciplina científica, literária ou artística. O título de doutor de Ulysses Guimarães não era acadêmico, mas sim honoris causa, dado pela Universidade de Seul.

Ulysses é um nome pessoal masculino e origina-se do grego "Odysseús" pelo latim "Ulysses" que significa odisséia. É o nome bem conhecido do herói deHomero, esposo de Penélope, pai de Telêmaco, inventor do Cavalo de Tróia, que levou dez anos para voltar a Ítaca.

HISTÓRIA

As origens do município são do início do século XX, ao tempo que a localidade era conhecida por Varzeão, mais tarde Vila Branca, por questões de puroracismo à família de João Alves de Souza, um homem negro da mais fina cepa.

Vicejava nesta época a Fazenda Rio Claro, de propriedade de João Alves de Souza, patriarca de numerosa de família de raça negra e homem de grande influência na região. Esta propriedade se estendia por centenas de hectares, cortando faxinas, rios e vales. A família, imensa, se dedicava à produção deerva-mate, que era comercializada na região, e também à suinocultura, geralmente em sistema de "entre-safras", forma primitiva de criar porcos, mas bastante difundida entre os paranaenses. As dificuldades de acesso eram grandes, que até início da década de 1970, a ligação com Cerro Azul (município-mãe) era feita a cavalo, único meio de transporte.

João Alves de Souza pretendeu em vida, fazer a partilha de seus bens, começando pela Fazenda Rio Claro. Queria com esta atitude evitar problemas entre seus descendentes. Contratou a advogado Martins Alves de Camargo para executar seu plano. Como forma de pagamento de honorários o advogado ficou com dois terços das melhores terras em torno da sede da Fazenda Rio Claro (região contígua a Vila Branca), cabendo aos herdeiros de João Alves de Souza tão somente um terço das terras, estas de localização mais distante.

Para caracterizar onde a família negra morava, o local foi denominado Vila Branca ou por uma atitude preconceituosa conforme já foi dito ou por uma separação definitiva e incontestável entre as terras dos brancos e dos pretos. Nominam-se pioneiros de Vila Branca, as famílias de Balbino Moreira e Benjamin de Moura Costa, que foram os primeiros comerciantes, e mais Pedro Fagundes, João Gabriel de Oliveira e Octávio de Oliveira Guedes.

Pela Lei Estadual n.º 02, de 11 de outubro de 1947, foi criado o Distrito Administrativo com o nome de Varzeão, com território pertencente ao município deCerro Azul. Em 20 de novembro de 1990, através da Lei Estadual n.º 9.443, foi elevado à categoria de município, com território desmembrado do município de Cerro Azul e com denominação de Vila Branca. A Lei Estadual n.º 10.164, de 7 de dezembro de 1992, altera a denominação de Vila Branca para Doutor Ulysses. A instalação oficial deu-se no dia 1º de janeiro de 1993..

Página Atualizada em: 07/12/2017 11:09:21

Acesso

Doutor Ulysses,12/12/2017

Portal atualizado em:

12/12/2017

10138 Pessoas já visitaram este Site.

Usuário:

Senha: